Sucata que dá lucro

A SPTuris vendeu cerca de 192 toneladas de materiais em desuso, entre eles chapas e ferragens, cadeiras sem utilização e a antiga estrutura metálica do Hall Viveiro (Palácio das Convenções).

A Comissão de Alienação, formada pelos colaboradores Sérgio Miura (DIE), Edson Saura (GAD), Orlando Tosi (DAF) e Gilberto Melo (DCO) vêm trabalhando desde junho deste ano nos trâmites da venda. Cada quilo de material foi vendido a R$0,66.

“Essa venda, além de trazer um caixa para a empresa no valor de R$ 128 mil, fez com que liberássemos bastante espaço físico, o que tem um efeito visual bem positivo, e nos proporciona um bem-estar psicológico”, afirma Miura.

Também participaram desse processo os colaboradores Beneval dos Santos (GCO), no controle patrimonial; Ricardo Lozon (GOP) e Edilson Vieira (GEV), na logística de transporte.