Setembro Amarelo – Você não está sozinho!

Você não está sozinho!

Setembro Amarelo é o mês para lembrarmos de ajudar a quem não quer mais viver

O tema é difícil e duro. Encontrar-se num beco sem saída e querer tirar a própria vida é uma situação mais frequente do que se imagina. É preciso muita sensibilidade e empatia para saber ajudar àqueles que se encontram sem horizontes ou sem esperanças.

 

O abandono da vida também envolve questões existenciais, filosóficas, sociológicas e crenças pessoais nas razões da criação do ser humano. O assunto tem sido estudado durante séculos em várias áreas das Ciências Humanas, na Psicologia e na literatura.

Hoje, dia 10 de setembro, é o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. A SPTuris está ativa nesta campanha e de portas abertas para todos que precisem de apoio para enfrentar as dores psicológicas e até mesmo físicas que podem levar ao suicídio. Por isso, a Área de Pessoas, por meio da equipe do Ambulatório e da assistente social, Francisca de Lima, elaborou uma série de ações para conscientização coletiva durante o Setembro Amarelo.

Mensagem da SPTuris

A primeira mensagem da SPTuris para você é: estamos de portas abertas para te ajudar! A equipe da AP poderá te orientar, basta entrar em contato pelo ramal 0462, da Francisca.

Sexta-feira Amarela

A cada sexta-feira de setembro, começando por amanhã, dia 11 de setembro, venha com uma peça amarela e contribua nessa campanha de conscientização!

Balões Amarelos

Os balões que a AP colocou na empresa são símbolos dessa consciência para apoio àqueles que mais precisam de esperança.

 

Palestra da Unimed

A equipe da Unimed fará uma palestra no dia 25 de setembro sobre o tema. Aguarde!

Vídeo

A equipe do Ambulatório e da GCM estão preparando um vídeo sobre o assunto. A palavra será dada por este time: assistente social Francisca de Lima; coordenadora da AP, Ana Paula Alves; por um dos médicos do Ambulatório; pelo bombeiro Luiz Falcão; pela Luciana Assumpção (CAE) e por um veterinário convidado. Eles irão falar das questões psicológicas, médicas e sociais que envolvem o ato de suicídio, além da importância da adoção de animais neste processo e do bem que faz também a companhia das plantas.

Teleajuda

Você também pode ligar para 188, o Centro de Valorização da Vida (CVV). Falar é sempre a melhor solução!